TRANSPODATA DIGITAL
 
 

Mercedes-Benz na busca pela eficiência energética

 

Para manter a larga liderança no ranking de vendas de ônibus, a Mercedes-Benz lançou uma nova tecnologia que promete melhorar os resultados operacionais das empresas de transporte rodoviário. Walter Barbosa, diretor de vendas de ônibus da montadora, explicou que com o novo sistema no motor e na caixa de câmbio, os veículos podem economizar até 8% no consumo de combustível.

“Os ônibus rodoviários já vêm de série com essas nova tecnologias, não é um opcional. E essas melhorias aumentou em 1,5% o preço do veículo”, disse Barbosa. O Fuel Efficiency está disponível para os chassis O 500 RS, RSD e RSDD e segundo o executivo, modelo mais completo da linha da montadora alemã, custa em média R$ 1 milhão, com o chassi e a carroceria. “Hoje, temos uma participação de quase 50% nesse segmento e acreditamos que com os novos motores, essa fatia tende a aumentar”, ressaltou o executivo.

Segundo ele, até abril foram comercializados 387 ônibus rodoviários no pais, uma alta de 181% no comparativo com o mesmo período do ano passado. Somente a Mercerdes-Benz vendeu 188 veículos de janeiro a abril, elevação de 337% em relação ao primeiro quadrimestre de 2017. A expectativa, de acordo com Barbosa, é os licenciamentos devem alcançar 1,6 mil unidades este ano.

“Neste primeiro semestre haverá uma antecipação de compra por parte dos operadores. Em julho, entra a nova lei que determina o uso de plataformas elevatórias em todos os ônibus rodoviários. Muitas empresas estão renovando as suas frotas para de adequarem à legislação. É um ano promissor para o segmento rodoviário”, afirmou Barbosa.

Nova tecnologia – Barbosa destacou que os modelos O 500 RS, RSD e RSDD sairão de fábrica com os novos sistemas para redução de consumo de combustível e quando o cliente optar pela versão com mais tecnologia embarcada, o Fuel Efficiency reduz até 8% o consumo. “O custo do combustível é um dos itens mais importantes na gestão de uma frota. Por isso, não paramos de desenvolver novas soluções para atender às necessidades dos clientes quanto à redução do consumo.”

Entre as tecnologias, está a nova parametrização do câmbio automatizado GO 240, que reduzem o custo operacional e otimizam o TCO (custo operacional do veículo em sua vida útil) dos ônibus rodoviários O 500. Além disso, segundo a montadora, o chassi O 500 R passa a ser equipado com o câmbio mecânico GO 190 da Mercedes-Benz acionado por alavanca do tipo joystick. Ao todo foram 21 modificações e melhorias que foram feitas no motor e no câmbio dos novos chassis, de acordo com a montadora.

 
LEIA TAMBÉM