CARREGAR MAIS

Mercedes-Benz eActros: frota de inovação

15/10/2018 16h14 Atualizado em 15/10/2018 16h41
 

Por Redação Transpodata

redacao@transpodata.com.br

A Daimler Trucks & Buses está investindo na empresa norte-americana Proterra Inc. Isso foi anunciado na 67ª Divisão de Veículos Comerciais da IAA em Hannover por Martin Daum, membro do Conselho de Administração da Daimler AG, responsável pela Daimler Trucks & Buses. A Proterra foi fundada em 2004 com sede na Califórnia e é líder nos negócios com ônibus elétricos para transporte local. 

Em conjunto com o investimento, a Proterra e a Daimler firmaram um acordo para explorar a eletrificação de veículos pesados ??da Daimler. O primeiro desses esforços será explorar potenciais sinergias com a divisão Thomas Built Buses da Daimler, levando as tecnologias de trem de acionamento e bateria testadas da Proterra ao mercado de ônibus escolar norte-americano, a próxima fronteira para frotas comerciais de emissão zero.

O Mercedes-Benz eActros, um dos muitos esforços de caminhões elétricos da Daimler, está agora nas mãos da Hermes que recebeu os primeiros 10 caminhões pesados ??totalmente elétricos eActros e fará o teste pelos próximos 2 anos. 

Stefan Buchner, chefe da Mercedes-Benz Trucks, comentou sobre a entrega dos novos caminhões elétricos:

Os testes práticos com os eActros são um marco importante no caminho para a produção em série. Queremos usar as descobertas abrangentes para realizar caminhões elétricos para distribuição nos centros urbanos a partir de 2021. ”

A Hermes, maior empresa de logística independente da Alemanha, já trabalhou com a Daimler em vários esforços de eletrificação, incluindo um contrato para uma frota de 1.500 furgões totalmente elétricos da Mercedes-Benz.

Oliver Lanka, chefe de compras centrais da Hermes na Alemanha, comentou sobre os últimos esforços:

“A eletromobilidade é um componente essencial de nossa estratégia de sustentabilidade. Estabelecemos a meta ambiciosa de tornar nossas entregas em todos os centros urbanos na Alemanha livres de emissões até 2025. Juntamente com o uso de furgões elétricos a bateria ao longo da última milha, a eletrificação gradual da distribuição pesada e do transporte por tópico é muito importante para nós. Estamos trabalhando em conjunto com a Mercedes-Benz Trucks nesta área. Tanto o conceito tecnológico do eActros quanto a abordagem de ponta a ponta, além do nível de aconselhamento, nos impressionaram ”.

Seguindo o posicionamento global da Daimler, a Mercedes-Benz do Brasil vem se preparando para a introdução de caminhões e ônibus elétricos e autônomos no País.

“Esta é uma realidade na Europa, que deve chegar ao Brasil, mas de forma gradual. Já existem avanços neste sentido, mas temos grandes desafios a perseguir, entre os quais, há questões como a autonomia dos elétricos para cada operação, o custo, descarte e ciclo de vida das baterias, a infraestrutura necessária de abastecimento etc. Mas tudo isso já está sendo discutido e deverá ser solucionado ao longo dos anos. Acreditamos que na próxima década este mercado deva estar mais maduro no País”, analisa Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas, Marketing e Peças & Serviços para Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

O novo e totalmente elétrico Mercedes-Benz eCitaro também teve sua estréia no IAA. O novo ônibus urbano alcança maior eficiência energética graças ao seu gerenciamento térmico. Com uma capacidade de bateria de 243 kWh e espaço para até 88 passageiros, o eCitaro é o veículo poderá substituir nos próximos anos o motor de combustão por uma tecnologia de bateria única e células de combustível como um extensor de alcance. 

O novo eCitaro é parte integrante do sistema eMobility da Daimler Buses. O sistema eMobility suporta os operadores de transporte, desde monitoramento, sistema inteligente de gerenciamento de cobrança e treinamento de seus funcionários até a prestação de serviços específicos. Antes de entrar em produção em série neste ano, foram recebidas encomendas de clientes na Alemanha e no exterior, incluindo a Berliner Verkehrsbetriebe, a Rhein-Neckar Verkehrsverbund, a Hamburger Hochbahn e clientes na Noruega. 

Veja também Fórum New Mobility World

 
LEIA TAMBÉM