CARREGAR MAIS

LEGO para treinamento de liderança

15/10/2018 19h29 Atualizado em 15/10/2018 19h36
 

Por Redação Transpodata

redacao@transpodata.com.br

Os blocos LEGO são uma linguagem universal e as metáforas que surgem dos modelos construídos pelos participantes, durante os workshops, são uma forma poderosa de desbloquear conhecimentos, trazer novas ideias e perspectivas à tona, alinhar a equipe em torno de uma visão compartilhada. 

A metodologia foi criada pela LEGO, a partir de uma extensa pesquisa científica nas áreas de negócios, desenvolvimento organizacional, psicologia e aprendizagem, em parceria com o IMD (International Institute for Managment Development), da Suíça, e o MIT (Massachusetts Institute of Technology), dos Estados Unidos. 

A ferramenta já foi utilizada pela NASA e por inúmeras organizações em todo o mundo, como Asics, Avaya, Boston Consulting Group, Citigroup, Coca-Cola, Deloitte, Disney, Ebay, Fedex, Google, Hilton Hotels, LEGO, MasterCard, Microsoft, Nissan, Orange Telecom, Pfizer, Proctor & Gamble, Target, Unilever, Vale, Yahoo, entre outras. 

No Brasil, a metodologia foi trazida oficialmente em 2013 pela consultoria Play in Company, que já levou a ferramenta para empresas como a própria LEGO do Brasil, Claro, Coferly, Scania, Grupo Boticário - Quem Disse Berenice, Eudora, The Beauty Box, Boticário, Eurofarma, MDS Insurance, Grupo TPC, Fundação Vanzolini, Triumph Experience, Manserv, QEdu, Chem-Trend, Nexo, Sodexo, Otis, FS Security, QBE Seguros, Yahoo, Agência HUB, Engenhoteca, Grupo GPSS, Cyrela, International School, entre outras.

TPC Logística Inteligente

Criado há mais de 17 anos, o TPC está presente em 24 Estados e é especializado em operações de logística integrada, áreas alfandegadas, importação, exportação e transportes. Além disso, atua em vários segmentos da economia, como a indústria automotiva, cosméticos, consumo, eletroeletrônicos, energia eólica, produtos químicos, óleo e gás, portos, portos secos, saúde, telecomunicações e vestuário. São 850 mil m² de área de armazenagem, 3 milhões de entregas, 5 milhões de grãos e 500 mil carros movimentados por ano. 

A empresa emprega 4700 mil pessoas e tem crescido em ritmo acelerado, com base em sua ampla carteira de clientes como Whirlpool, Ford, Groupe SEB, América Móvil, TIM, Nextel, Natura, Mary Kay, Puma, Zara Prada, Hugo Boss, Basf, Continental, Bunge, entre outros. E, foi na Play in Company que a TPC Logística encontrou a solução para ajudar no desenvolvimento do potencial de seus colaboradores.

Depoimentos de algumas lideranças da  da TPC na Bahia que participam do treinamento com a metodologia Lego Serious Play 

Entendemos que a forma de aprender mudou. Hoje tudo é muito rápido, muito ágil, e nós precisamos de uma metodologia nova para fazer com que as pessoas compreendam o sentido da liderança. A Lego Serious Play utiliza uma linguagem lúdica, que tem a ver com brincar, mas que é muito profunda, porque trabalha com 3D, onde o colaborador pode materializar o pensamento dele em uma maquete. Então a pessoa que está ao lado consegue enxergar o seu pensamento. É o que deve acontecer em um modelo de liderança, a pessoa tem que enxergar o mesmo que o líder vê. -Denise do Rosário, analista da área de Gente e Gestão.  

O treinamento Lego Serious Play tem uma didática totalmente diferente de todos os outros treinamentos que já participei. O Lego nos remete para um pensamento criativo e estratégico de uma forma lúdica e simples. Durante todo o dia, pude observar que através das montagens dos brinquedos (Legos) exploramos todas as esferas do planejamento estratégico através de exemplos simples explicitados nas placas do lego. Desta forma, concluo que foi muito satisfatório participar, pois trocamos experiências com os demais participantes, que com certeza colocaremos em prática para a melhoria constantes dos nossos processos.  - Cátia Menezes, supervisora de atendimento do CLIA, no Centro Logístico TPC, em Simões Filho (BA). 

Percebo que nós sempre fomos estimulados a pensar de maneira lógica e julgadora, este estímulo vem desde os nossos primeiros contatos com a vida acadêmica (Jardim de infância) até a universidade. Através deste treinamento percebemos como pensar ‘fora da caixa’, estimulando nossa criatividade e poder de tomada de decisões de maneira rápida. - Paulo Júnior, supervisor administrativo da TPC, unidade Campinas/SP.

 
LEIA TAMBÉM