CARREGAR MAIS

Expresso Jundiaí usa tecnologia da HP para expandir seus negócios

19/09/2015 00h58
 

O Expresso Jundiaí faz parte do Grupo Femsa e figura entre as dez maiores empresas de transporte de carga fracionada do Brasil. Distribuídos pelo País, operam 40 unidades de negócios que contabilizam cerca de 300 mil metros quadrados de área em pátios, terminais e armazéns. Além da estrutura física, a empresa conta com uma solução tecnológica da HP para fazer frente aos milhares de atendimentos diários que crescem ainda mais em períodos sazonais.

“O Expresso Jundiaí emite em média 7.000 documentos por dia, sendo que este número pode variar de acordo com a época. Em datas festivas (Dia das Mães, dos Namorados, etc.), este número é 10% maior e, com as festividades do fim de ano, aumenta em 20% na comparação com o restante do ano”, explica Ariovaldo Simielli Branco, gerente de Tecnologia da Informação do Expresso Jundiaí.

Nos períodos de alta demanda, a concentração das cargas é em grandes centros urbanos, tendo as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro como destaque. Com uma frota composta de 595 veículos próprios e 700 agregados, o Expresso Jundiaí atende às regiões Sul e Sudeste. “Constantemente recebemos novos projetos e precisamos de sistemas que atendam a essa demanda, muitas vezes imediata”, afirma o gerente de TI do Expresso Jundiaí.

A solução

Em 2014, o Expresso Jundiaí adotou o sistema de armazenamento 3PAR, da HP, o que permitiu à área de TI da companhia se livrar das amarras dos servidores fixos. Cliente da HP desde a época em que a companhia atendia pelo nome de Edisa HP, Branco conta que a marca e o histórico de sucesso com outras soluções da empresa pesaram na escolha pelo 3PAR.

O HP 3PAR StoreServ fornece provisionamento rápido e automatizado, desduplicação acelerada por hardware e desempenho otimizado por flash com latência inferior a 1ms em uma arquitetura de armazenamento único. Traduzindo: mais agilidade para atender as milhares de operações de transporte de carga fracionada.

Quatro meses após a contratação da plataforma, o Expresso Jundiaí já tinha a solução rodando e pronta para ser utilizada. “Demoramos esse tempo porque existiu um processo de instalação, configuração e migração de toda a nossa informação para o 3PAR”, finaliza Branco.

 
LEIA TAMBÉM